CUIABÁ

CIDADES

Adolescente que teve sequelas da Covid pode perder visão

Publicados

CIDADES

O estudante de Cuiabá, Gabriel Santos Rezende, de 15 anos, se infectou com a Covid-19 e, devido às sequelas da doença, pode perder a visão. A família dele criou uma vaquinha online par tentar custear duas cirurgias que ele precisa com urgência.

De acordo com o pai de Gabriel, Jackson Gomes de Rezende, os dois se infectaram com o novo coronavírus em agosto do ano passado. O pai contou que o estudante teve muito sintomas evidentes, como uma vermelhidão na região dos olhos e febre.

Após ter se curado do vírus, Gabriel começou a ter problemas de visão.

“Na família nunca tiveram antecedentes de pessoas com problema de visão e nem que usa óculos. Não tem histórico na família da mãe dele e nem na minha. Ele enxergava muito bem e quando ele teve Covid-19, o olho ficou muito vermelho”, contou.

Ele fez um exame com um oftalmologista e começou a usar óculos, mas a visão começou a piorar novamente. De acordo com o pai de Gabriel, ele começou a ver as imagens de forma distorcida. Após outros exames, foi constatado que as retinas dos olhos de Gabriel estavam ‘descolando’.

Leia Também:  MT anuncia ferrovias de R$ 12 bilhões e joga pressão sobre Ferrogrão

Os médicos recomendaram fazer duas cirurgias de emergência, já que o caso do adolescente é grave. Se ele não conseguir realizar os procedimentos, pode perder a visão completa dos olhos e o quadro pode ser irreversível.

A primeira cirurgia seria um laser para que a retina do olho esquerdo não descole e a segunda cirurgia seria para reconstruir a retina descolada do olho direito. Gabriel conseguiu fazer a cirurgia a laser no olho esquerdo, nessa quinta-feira (14), e está em repouso.

Para conseguir realizar a segunda cirurgia, a família criou uma vaquinha online no valor de R$ 15 mil e pagar o procedimento. Os médicos recomendaram as cirurgias de forma particular, já que pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pode demorar e o estudante pode perder a visão.

“O médico pediu para ele dormir com três travesseiros para a retina toda não descolar porque ele falou que uma boa parte já tampou a visão dele. A gente tem medo de não conseguir, esperar muito tempo para arrecadar e ser irreversível”, contou.

O pai de Gabriel, espera que consiga o valor até semana que vem para conseguir marcar o procedimento o quanto antes.

Leia Também:  Idoso é preso com materiais furtados de casa noturna em MT

“Estamos levantando um pouco do dinheiro, mas ainda não conseguimos tudo e como é de urgência, estamos fazendo o que dá. Fizemos uma rifa também e muitas pessoas estão ajudando, estamos fazendo o mais rápido possível”, contou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Bazar do Bem tem aumento de doações em VG

Publicados

em

O movimento idealizado pela primeira-dama de Várzea Grande, Promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat tem sido abraçada pela população local que tem feito as doações de roupas e calçados que serão comercializados nos dias 1 e 2 de dezembro –  durante a realização do Bazar do Bem – cuja a renda será destinada para o Lar dos Idosos ‘São Vicente de Paula’, onde residem 64 pessoas entre homens e mulheres.

“Estou surpresa com a quantidade de peças que chegam todos os dias nos nossos postos de arrecadação, são roupas e calçados novos e também vestuário em bom estado de uso que estarão disponíveis durante nosso bazar, quem participar da ação vai poder ajudar essa causa”, destacou a primeira-dama.

Kika Dorilêo disse estar contente com a repercussão que vem tendo o Bazar do Bem e da procura de pessoas querendo ajudar nesta causa, movidas por essa corrente de solidariedade que mobilizou não só moradores de Várzea Grande, mas de toda a baixada cuiabana. “Já arrecadamos mais de 1000 peças entre roupas, calçados e acessórios. Temos a certeza de que essa ação será um sucesso, e já estamos pensando em realizar novas edições do bazar para beneficiar outras instituições sociais do município. Mas esse será mais um dos projetos que serão desenvolvidos no ano de 2022”.

Leia Também:  Faissal apresenta indicação para aquisição de UTI Móvel para Vera

Ela lembra que essa ação nasceu do desejo de ajudar a uma instituição social e a escolha do Lar dos Idosos foi pelo fato de o local ter sido afetado com a pandemia, uma vez que as visitas não puderam ser feitas neste período. “O lar é mantido com ajuda do poder público, da população local e de doações de empresas privadas, daí resolvemos acolher os idosos e lançamos essa corrente de solidariedade com a realização do bazar”.

As doações podem ser feitas até o dia 24 de novembro, na Secretaria de Assistência Social e na sede da Prefeitura Municipal. As pessoas que querem colaborar com essa ação, porém não tem tempo de levar a doação, a Secretaria de Assistência Social tem uma equipe preparada para fazer essa busca, basta ligar no celular (65) 9991.3501 e informar os dados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA