CUIABÁ

ENTRETENIMENTO

Ex-loira do Tchan, Silmara Miranda vira chefe na PRF e incomoda colegas

Publicados

ENTRETENIMENTO

Silmara Miranda, que ficou conhecida no Brasil ao substituir Sheila Mello como loira do Tchan, do grupo “É o Tchan” , foi promovida para um posto de chefia da Polícia Rodoviária Federal com menos de um ano de atuação.

A ascensão de Silmara na PRF incomodou alguns colegas da loira, segundo informações da coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo. Silmara passou em um concurso da PRF em novembro de 2020 e colegas da ex-loira do Tchan afirmam que a função de chefia é ocupada por pessoas que estão há mais tempo na PRF.

Outro ponto levantado na apuração da Folha foi que os colegas de Silmara que viraram chefes ficaram em lugares distantes antes da ascensão. A loira, no entanto, foi aprovada para trabalhar no Amazonas e está atuando em Brasília.

No “É o Tchan”, Silmara Miranda substituiu Sheila Mello em 2003 e permaneceu no grupo baiano até 2007. “Foram quatro anos e eu fui muito feliz. Tinha uma relação ótima com os integrantes da banda e também com o pessoal do escritório. Fui sempre muito respeitada por todos e nunca tive problema nenhum. Na época do concurso, sim, as sete finalistas brigavam muito e foi bem tenso”, contou Silmara sobre o concurso para virar dançarina do É o Tchan.

Leia Também:  Ludmilla e Luisa Sonza pegam fãs de surpresa com coreografia juntas: “Já sabem né!?”

A loira, que é jornalista formada, atuou em uma rádio de Salvador ao deixar o grupo “É o Tchan”.

Relembre o concurso que elegeu Silmara Miranda como loira do É o Tchan:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Vaza vídeo íntimo de Natália, do ‘BBB 22’; equipe da sister se posiciona

Publicados

em

Um vídeo íntimo de Natália, participante do “BBB 22”, vazou e, logo, começou a circular nas redes sociais. Na gravação, a sister aparece praticando sexo oral. A equipe da modelo se manifestou nas redes sociais sobre o assunto, confirmando a veracidade do vídeo. “Já temos conhecimento do vídeo que está circulando! Tomaremos as providências cabíveis”, escreveram os administradores das redes sociais de Natália nesta quarta-feira, 19, no Twitter. Eles também lamentaram o ocorrido e pediram a ajuda da torcida da sister para tirar o vídeo de circulação.

“O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito a participante enquanto mulher e também a família dela. Isso é muito sério e nenhuma pessoa deveria passar por essa exposição. Pedimos que denunciem todas as publicações e também perfis que estão compartilhando. Precisamos derrubar esse conteúdo e precisamos da ajuda de vocês.” Natália faz parte do grupo Pipoca e, além de modelo, é designer de unhas. A sister tem 22 anos, é de Belo Horizonte e, em seu vídeo de apresentação, contou que descobriu que tinha vitiligo quando criança. “Tinha vergonha, tampava, até eu conseguir entender o que é e me respeitar dessa forma”, contou. Nesta primeira semana de jogo, Natália gerou polêmica ao dar uma opinião controversa sobre a escravidão.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ação conjunta entre PRF e PF resulta na apreensão de pasta base de cocaína
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA