CUIABÁ

POLÍCIA

Casal morre após ser atropelado por carreta; mulher teve cabeça esmagada

Publicados

POLÍCIA

Um casal morreu após um grave acidente registrado na noite desta quarta-feira (12), no km 106 da BR-163, no km-106, próximo à cidade de Rondonópolis (212 km de Cuiabá). O homem foi identificado como Robson de Assis Vitor, de 37 anos. A mulher, que ainda não foi identificada, teve a cabeça esmagada.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão envolveu uma carreta e uma motocicleta Titan 125 de cor vermelha. Os dois veículos seguiam no mesmo sentido quando o motorista da carreta bateu na traseira da moto.

Com a força do impacto, os ocupantes da moto foram arremessados e bateram na grade de proteção metálica que fica nas margens da pista. Os capacetes das vítimas não foram encontrados. Ainda não se sabe se os objetos saíram de suas cabeças ou se as vítimas não estavam usando o equipamento.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e constatou o óbito do casal, que teve traumatismo craniano e morte instantânea.

Leia Também:  Ação contra senador de MT por propaganda ilegal entra na reta final no TRE

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Instituto Médico Legal (IML) foram solicitados para dar início às investigações do caso. Chovia muito no momento da colisão na região.

O motorista da carreta só conseguiu parar o veículo a cerca de 240 metros após a colisão. O acidente será investigado.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Golpista se passa por funcionário de banco e transfere R$ 52 mil de cliente

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou através de bloqueio bancário a quantia de R$ 47 mil subtraídos de uma vítima de estelionato praticado por meio eletrônico.

Na terça-feira (10.05), a vítima de 22 anos e moradora do município de Porto dos Gaúchos (663 km a médio norte de Cuiabá), registrou o boletim de ocorrência.

O comunicante informou que recebeu uma ligação de uma pessoa, a qual se identificou como sendo da Cooperativa Sicredi.

Na ligação o suspeito disse que haviam tentado acessar a conta bancária da vítima por um aparelho celular não cadastrado. Devido ao fato era necessário fazer uma atualização do cadastro de segurança.

A vítima acabou seguindo as orientações repassadas pelo golpista via telefone, e teve o acesso de sua conta bloqueada. Em seguida ela verificou que haviam realizados dois débitos de sua conta.

Uma das transferências foi no valor de R$ 49 mil, enviado para uma conta do mesmo banco. A segunda transferência no valor de R$ 3 mil, foi creditado em uma conta de outra instituição financeira.

Leia Também:  Homem leva "surra" após debochar de travesti que negou programa

A vítima retornou a ligação para o número do telefone, mas não conseguiu contato. Foi quando percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar quase o valor total subtraído da vítima através de bloqueio bancário.

As investigações continuam visando identificar e prender o autor do crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA