CUIABÁ

POLÍCIA

Fugitivo de presídio morre em confronto com policiais em fazenda em MT

Publicados

POLÍCIA

Morreu na noite desta quarta-feira (12), após confronto com a Polícia Militar, Weste Junio Nunes Gama, de 34 anos. Ele era um dos 14 detentos que fugiram da Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, no município de Água Boa (740 km de Cuiabá).

O confronto aconteceu na cidade de Canarana (640 km de Cuiabá). A fuga dos detentos aconteceu no dia 03 de janeiro. Dos 14 fugitivos, três já foram capturados no início dessa semana. As buscas pelos demais reeducandos continuam.

Segundo informações, a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas de que um dos fugitivos estaria escondido em uma propriedade rural localizada a cerca de 20 km de Canarana.

Imediatamente, os militares se deslocaram para a fazenda e, ao chegarem, foram recebidos a tiros pelo criminoso. Os policiais revidaram e acertaram o bandido.

Weste chegou a ser socorrido, mas não resistiu e acabou vindo à óbito após receber atendimento médico.

As forças de segurança continuam as buscas pelos 10 fugitivos. Na última terça-feira (11), três fugitivos foram capturados na região de Serra Dourada, no município de Canarana.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em horário estendido, Sorriso aplica 1,5 mil doses em apenas um dia
Propaganda

POLÍCIA

Golpista se passa por funcionário de banco e transfere R$ 52 mil de cliente

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou através de bloqueio bancário a quantia de R$ 47 mil subtraídos de uma vítima de estelionato praticado por meio eletrônico.

Na terça-feira (10.05), a vítima de 22 anos e moradora do município de Porto dos Gaúchos (663 km a médio norte de Cuiabá), registrou o boletim de ocorrência.

O comunicante informou que recebeu uma ligação de uma pessoa, a qual se identificou como sendo da Cooperativa Sicredi.

Na ligação o suspeito disse que haviam tentado acessar a conta bancária da vítima por um aparelho celular não cadastrado. Devido ao fato era necessário fazer uma atualização do cadastro de segurança.

A vítima acabou seguindo as orientações repassadas pelo golpista via telefone, e teve o acesso de sua conta bloqueada. Em seguida ela verificou que haviam realizados dois débitos de sua conta.

Uma das transferências foi no valor de R$ 49 mil, enviado para uma conta do mesmo banco. A segunda transferência no valor de R$ 3 mil, foi creditado em uma conta de outra instituição financeira.

Leia Também:  Motociclista cai após bater em carro; é atropelado e morre em Cuiabá

A vítima retornou a ligação para o número do telefone, mas não conseguiu contato. Foi quando percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar quase o valor total subtraído da vítima através de bloqueio bancário.

As investigações continuam visando identificar e prender o autor do crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA