CUIABÁ

POLÍCIA

PC prende trio e recupera R$ 2,9 mil de vítima de Goiânia

Publicados

POLÍCIA

Três estelionatários foram presos pela Polícia Civil nesta terça-feira (18.01), em Cuiabá, após aplicarem um golpe em uma vítima de Goiânia. Policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) conseguiram recuperar com os golpistas R$ 2,9 mil levados da vítima.

A GCCO foi contatada pela filha da vítima, que sofreu o golpe do número novo de Whatsapp.  A idosa, de 65 anos, recebeu mensagens pelo aplicativo de uma pessoa que se passou por sua filha e pediu R$ 3 mil. A vítima, então, fez a transferência via Pix do valor achando que realmente falava com sua filha.

Após ver que a mãe havia caído em um golpe, a filha dela descobriu que o dinheiro foi transferido para uma conta bancária em Cuiabá. Elas procuraram uma Delegacia da Polícia Civil Civil em Goiânia, que depois fez contato com a GCCO.

Com base nas informações passadas, a equipe de investigação da GCCO localizou uma das golpistas, no Jardim Imperial, em Cuiabá. Após entrevista, os investigadores apuraram que o ex-marido havia utilizado uma conta bancária dela para aplicar o golpe na moradora de Goiânia. No Parque Cuiabá, os policiais da GCCO localizaram os outros dois golpistas, sendo que com um deles estavam R$ 2.750,00.

Leia Também:  Em 24 horas, PM recupera três veículos roubados na capital

Os três foram conduzidos à sede da GCCO e autuados em flagrante pelo crime de estelionato. O procedimento será posteriormente encaminhado à Polícia Civil de Goiás, que dará sequência à investigação.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Golpista se passa por funcionário de banco e transfere R$ 52 mil de cliente

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou através de bloqueio bancário a quantia de R$ 47 mil subtraídos de uma vítima de estelionato praticado por meio eletrônico.

Na terça-feira (10.05), a vítima de 22 anos e moradora do município de Porto dos Gaúchos (663 km a médio norte de Cuiabá), registrou o boletim de ocorrência.

O comunicante informou que recebeu uma ligação de uma pessoa, a qual se identificou como sendo da Cooperativa Sicredi.

Na ligação o suspeito disse que haviam tentado acessar a conta bancária da vítima por um aparelho celular não cadastrado. Devido ao fato era necessário fazer uma atualização do cadastro de segurança.

A vítima acabou seguindo as orientações repassadas pelo golpista via telefone, e teve o acesso de sua conta bloqueada. Em seguida ela verificou que haviam realizados dois débitos de sua conta.

Uma das transferências foi no valor de R$ 49 mil, enviado para uma conta do mesmo banco. A segunda transferência no valor de R$ 3 mil, foi creditado em uma conta de outra instituição financeira.

Leia Também:  Condenado por tráfico, DJ é preso em mansão no Lago de Manso

A vítima retornou a ligação para o número do telefone, mas não conseguiu contato. Foi quando percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar quase o valor total subtraído da vítima através de bloqueio bancário.

As investigações continuam visando identificar e prender o autor do crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA