CUIABÁ

POLÍCIA

Polícia Civil prende jovem foragido da Justiça na região do Lago do Manso

Publicados

POLÍCIA

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um procurado pela Justiça foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (24.08), na região no Lago do Manso, zona rural do município de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte de Cuiabá), durante cumprimento de mandado judicial.

O jovem de 25 anos estava com a prisão preventiva, decretada pela 13ª Vara da Comarca da Capital. Ele foi preso em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derfva) com apoio da Delegacia de Chapada dos Guimarães.

Além do mandado de prisão, o suspeito responderá Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas.

Os policiais civis realizavam diligências quando identificaram que o foragido estava em um condomínio nas proximidades do Lago do Manso. As equipes foram até o local, momento em que avistaram o mesmo saindo do condomínio em um veículo.

Ato contínuo foi realizada a abordagem do suspeito e dado cumprimento ao pedido de prisão. No interior do carro foram apreendidas uma balança de precisão e uma porção de maconha.

Leia Também:  TJ não considera doença e mantém prisão de contador por morte de advogado em MT

Em seguida o jovem foi conduzido para as providências cabíveis e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Golpista se passa por funcionário de banco e transfere R$ 52 mil de cliente

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou através de bloqueio bancário a quantia de R$ 47 mil subtraídos de uma vítima de estelionato praticado por meio eletrônico.

Na terça-feira (10.05), a vítima de 22 anos e moradora do município de Porto dos Gaúchos (663 km a médio norte de Cuiabá), registrou o boletim de ocorrência.

O comunicante informou que recebeu uma ligação de uma pessoa, a qual se identificou como sendo da Cooperativa Sicredi.

Na ligação o suspeito disse que haviam tentado acessar a conta bancária da vítima por um aparelho celular não cadastrado. Devido ao fato era necessário fazer uma atualização do cadastro de segurança.

A vítima acabou seguindo as orientações repassadas pelo golpista via telefone, e teve o acesso de sua conta bloqueada. Em seguida ela verificou que haviam realizados dois débitos de sua conta.

Uma das transferências foi no valor de R$ 49 mil, enviado para uma conta do mesmo banco. A segunda transferência no valor de R$ 3 mil, foi creditado em uma conta de outra instituição financeira.

Leia Também:  Operação desbarata quadrilha de traficantes em MT e Acre

A vítima retornou a ligação para o número do telefone, mas não conseguiu contato. Foi quando percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar quase o valor total subtraído da vítima através de bloqueio bancário.

As investigações continuam visando identificar e prender o autor do crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA