CUIABÁ

POLÍCIA

Sete pessoas são baleadas durante culto evangélico em Cáceres (MT) e duas ficam em estado grave

Publicados

POLÍCIA

Sete pessoas foram baleadas durante um culto evangélico nesse domingo (16) na Rua dos Opalas, no Bairro Coabe Velha, em Cáceres, a 250 km de Cuiabá. Uma bebê e duas adolescentes estão entre as vítimas.

Segundo o boletim de ocorrência, duas ficaram em estado grave. As testemunhas relataram à Polícia Militar que, durante o culto, dois homens chegaram em uma moto, efetuaram os disparos e fugiram em seguida.

Genilza Peixoto Barbosa, de 36 anos, Rosiane Batista da Silva Gonsalves, de 27 anos, Gilmar Bezerra da Silva, de 41 anos e Jorge Eduardo Araújo, 45 anos, foram atingidos. Além deles, foram baleadas uma bebê recém-nascida e duas adolescentes de 16 anos.

Um policial civil que estava no local prestou os atendimentos iniciais, levando algumas das vítimas até a Unidade de Pronto Atendimento no carro particular dele.

As outras pessoas baleadas foram encaminhadas até o Hospital Regional de Cáceres pela equipe de Corpo de Bombeiros.

Nenhum suspeito foi identificado ou localizado até o momento. A Polícia Civil e a Polícia Técnica (Politec) foram acionadas e estiveram no local.

Leia Também:  Advogado diz ser vítima de extorsão e processa ex-namoradas em Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Golpista se passa por funcionário de banco e transfere R$ 52 mil de cliente

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou através de bloqueio bancário a quantia de R$ 47 mil subtraídos de uma vítima de estelionato praticado por meio eletrônico.

Na terça-feira (10.05), a vítima de 22 anos e moradora do município de Porto dos Gaúchos (663 km a médio norte de Cuiabá), registrou o boletim de ocorrência.

O comunicante informou que recebeu uma ligação de uma pessoa, a qual se identificou como sendo da Cooperativa Sicredi.

Na ligação o suspeito disse que haviam tentado acessar a conta bancária da vítima por um aparelho celular não cadastrado. Devido ao fato era necessário fazer uma atualização do cadastro de segurança.

A vítima acabou seguindo as orientações repassadas pelo golpista via telefone, e teve o acesso de sua conta bloqueada. Em seguida ela verificou que haviam realizados dois débitos de sua conta.

Uma das transferências foi no valor de R$ 49 mil, enviado para uma conta do mesmo banco. A segunda transferência no valor de R$ 3 mil, foi creditado em uma conta de outra instituição financeira.

Leia Também:  Mendes minimiza saída de deputados do PSL: "não se perde o que não tem"

A vítima retornou a ligação para o número do telefone, mas não conseguiu contato. Foi quando percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar quase o valor total subtraído da vítima através de bloqueio bancário.

As investigações continuam visando identificar e prender o autor do crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA