CUIABÁ

POLÍTICA MT

Bolsonaristas articulam lançar ministro ao governo em MT

Publicados

POLÍTICA MT

O grupo intitulado “Direita Mato Grosso”, não descarta a possibilidade do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, a disputar o governo de Mato Grosso em 2022. A possibilidade foi discutida em uma reunião em Brasília que ocorreu no final do mês de setembro.   O encontro teve a participação do senador Marcos Rogério (DEM-RO) e a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), principais interlocutores e defensores do presidente Jair Bolsonaro Bolsonaro.

A proposta surgiu devido a informação de que Tarcísio poderia aceitar o desafio imposto por Bolsonaro, que inicialmente queria que ele disputasse o governo de São Paulo.  Porém, lá, os bolsonaristas estão mais propensos a lançarem o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub para disputar o governo paulista.

O ministro Tarcísio vem sendo incentivado em pressionado para disputar o governo do Estado em Mato Grosso, ou até em Goiás, estado vizinho.  Em setembro, Tarcísio admitiu pela primeira vez que pode disputar 2022. Porém, citou a vaga de senador e que poderia ser por Mato Grosso ou Goiás.

“É uma possibilidade (se licenciar de eventual mandato de senador para ser ministro). Adoraria ver isso tudo ser concretizado lá na frente. Mas sempre na lógica: o que ajuda mais o presidente, onde a gente tem que estar para caminhar junto do presidente? Quais as melhores combinações de palanque em cada um dos Estados?”, disse Tarcísio na época.

Leia Também:  João Batista vai à Secel para acompanhar aplicação de quase R$ 700 mil em emendas

O nome de Tarcísio também é defendido pelo deputado federal José Medeiros (PODE), pré-candidato ao Senado pelo grupo bolsonarista.  Na avaliação do grupo, Tarcísio teria serviço a mostrar para o Estado, como o marco regulatório da ferrovia no país, que permitiu que Mato Grosso lançasse uma PPP para a sua primeira ferrovia estadual.

Tarcísio também teria o apoio de vários prefeitos do Nortão por causa da sua defesa pela Ferrogrão.

Além do nome do ministro, outro nomes foram levantados, como do ex-deputado federal Nilson Leitão (PSB), o empresário Reinaldo Moraes (sem partido) e da empresária Tânia Balbinotti.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Barra do Bugres passa contar com novo juiz eleitoral

Publicados

em

O juiz Sílvio Mendonça Ribeiro Filho foi designado a assumir a titularidade da 13ª Zona Eleitoral (ZE), com sede em Barra do Bugres (150 km de Cuiabá). A escolha foi feita durante a Sessão Plenária de quarta-feira (20.10), realizada por videoconferência, pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Ele assumirá a vaga no dia 08 de novembro.

A 13ª ZE possui 28.104 eleitores, 28 locais de votação e 119 seções eleitorais, pertencentes aos municípios de Barra do Bugres, Denise e Porto Estrela. Sílvio Mendonça Ribeiro Filho assumirá a vaga ocupada pelo juiz eleitoral Arom Olímpio Pereira, que encerrará o biênio no dia 07 de novembro de 2021.

O novo juiz já desempenhou a função na mesma Zona Eleitoral no biênio anterior ao atual, entre novembro de 2017 e novembro de 2019. “É com grande satisfação que recebo minha nomeação para voltar a exercer a função de juiz eleitoral da 13ª Zona Eleitoral. Neste biênio vindouro iremos trabalhar com bastante empenho para esclarecer a população da importância do voto como instrumento para aperfeiçoamento da democracia, da segurança e confiabilidade da urna eletrônica e da necessidade de se evitar a propagação de Fake News”, ressalta o novo juiz eleitoral.

Leia Também:  Pessoas com autismo deverão ser cadastradas pelo governo de MT

As inscrições para concorrer à titularidade da 13ª Zona Eleitoral foram realizadas de 20 a 24 de setembro. A seleção foi regida pelo Edital nº 12- SRMJE/CP/SGP/2021, publicado no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral nº 3.504, de 17/09/2021.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA